Festas de Natal do Conselho da Comunidade agitaram nove unidades do sistema prisional

Isabel Kugler Mendes ouve demandas dos detentos
Isabel Kugler Mendes ouve demandas dos detentos durante uma das festas

O Conselho da Comunidade da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba concluiu na última semana a festa de Natal de todos os detentos do complexo penitenciário de Piraquara, na Região Metropolitana da capital. Foram contemplados presos, agentes penitenciários e demais funcionários da Penitenciária Central do Estado (PCE), Penitenciária Central do Estado – Unidade de Progressão (PCE-UP), Penitenciária Feminina do Paraná (PFP), Penitenciária Estadual de Piraquara I (PEP I), Penitenciária Estadual de Piraquara II (PEP II) e Casa de Custódia de Piraquara (CCP). Ao todo, cerca de 6.000 pessoas participaram das atividades.

Nesta terça-feira (13), os detentos da Casa de Custódia de Curitiba (CCC), em Araucária, e as meninas do Centro de Regime Semi-Aberto Feminino de Curitiba (CRAF), participaram da festa de Natal. Todos receberam um pedaço de bolo, um refrigerante e um cachorro-quente, além de uma mensagem ecumênica das pastorais Batista e Católica. A dupla sertaneja César e Bruno, sem medo bobo, encerrou cada festa em alto e bom som.

Na quinta-feira (15), as comemorações acontecem na Casa de Custódia de São José dos Pinhais (CCSJP) e no Complexo Médico Penal (CMP), em Pinhais, encerrando o Natal 2016. Ao todo, 8.200 presos, agentes penitenciários e funcionários serão contemplados com a segunda edição da festa de Natal.

“Essa é uma oportunidade única de levar uma mensagem de paz, de esperança, para pessoas que estão em condição similar ao abandono. O Conselho da Comunidade faz questão de estar presente em todas as unidades do sistema penitenciário para pedir luz, paciência e conversar com os presos. E também pedir serenidade e boa saúde para os agentes penitenciários, que fazem de tudo para tornar o sistema melhor para todos”, afirma Isabel Kugler Mendes, presidente do Conselho da Comunidade.

Na CCP, toda a distribuição coube aos próprios apenados
Na CCP, toda a distribuição coube aos próprios apenados
Elisabete Subtil de Oliveira, coordenadora administrativa do Conselho, na festa da PFP
Elisabete Subtil de Oliveira, coordenadora administrativa do Conselho, na festa da PFP
A alegria do pirata na PEP II
A alegria do pirata na PEP II
PEP II também teve um "chorei largado"
PEP II também teve um “chorei largado”
Isabel Kugler Mendes escuta as demandas dos presos do castigo da CCP
Isabel Kugler Mendes escuta as demandas dos presos do castigo da CCP
PCE
Sol intenso marcou as festividades da PCE