Conselho da Comunidade encerra festas de Natal na Unidade de Progressão

Presos da Penitenciária Central do Estado - Unidade de Progressão acompanham as festividades de Natal

O Conselho da Comunidade da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba encerrou nesta sexta-feira (15) as maiores comemorações de Natal no cárcere do país. Nas dez unidades, o órgão realizou mais de 50 apresentações em parceria com a Pastoral Carcerária Católica, a Capelania Prisional Batista e a dupla sertaneja Bruno Cézar & Leandro.

A última unidade atendida foi a Penitenciária Central do Estado – Unidade de Progressão (PCE-UP), onde o Depen e o GMF-PR desenvolvem um projeto pioneiro de oferta de estudo e trabalho em parceria com o Conselho. A PCE-UP completou um ano em dezembro com resultados admiráveis: pouca reincidência e reinserção social no mercado de trabalho. Nesta quinta-feira (15), a unidade ganhou uma sala de informática com apoio da Associação dos Juízes Federais do Brasil e uma quadra de futebol com apoio do Conselho.

Quadra de futebol da Penitenciária Central do Estado – Unidade de Progressão

Nesta sexta (15), o Conselho também realizou uma festa de Natal na Penitenciária Estadual de Piraquara II (PEP II), com 1.100 apenados. A unidade é uma das maiores do complexo prisional da Região Metropolitana de Curitiba. O Padre Mário Arriello, da Paróquia São Marcos, também participou da atividade.

Neste ano, as unidades contempladas foram a Penitenciária Central do Estado (PCE), maior unidade do sistema prisional do Paraná, a Colônia Penal Agroindustrial (CPAI), do regime semiaberto masculino, a Penitenciária Central do Estado – Unidade de Progressão (PCE-UP), Penitenciária Feminina do Paraná (PFP), Penitenciária Estadual de Piraquara I (PEP I), Penitenciária Estadual de Piraquara II (PEP II), Casa de Custódia de Piraquara (CCP), Casa de Custódia de Curitiba (CCC), Casa de Custódia de São José dos Pinhais (CCSJP) e Complexo Médico Penal (CMP). Participaram das festividades 8.718 presos e 656 agentes penitenciários.

O Conselho da Comunidade recebeu mais de 500 “pipas” (comunicações internas dos presos) com reclamações, sugestões e pedidos, e encaminhou a maior parte das sugestões para os gestores do sistema prisional. O órgão também recebeu um abaixo-assinado com mais de 1.500 rubricas da PCE, flores feitas pelos presos da CCC e acompanhou uma apresentação do coral da mesma unidade e da CCP.

Para Isabel Kugler Mendes, as festas de Natal reforçam o compromisso do Conselho da Comunidade em estar do lado dos presos e dos agentes penitenciários em prol de um sistema mais humano. “É um sentimento de alma lavada, de esperança. Nós choramos, conversamos, discutimos inúmeros problemas, ajudamos a resolver impasses, mas, principalmente, ouvimos. As festas são uma bênção e também um termômetro para o próximo ano”, afirma. “É possível cravar, sem sombra de dúvida, que a maioria quer educação, trabalho e o mínimo de atenção. É para isso que lutamos”.

MAIS: Igreja Batista participa de mais um Natal do Conselho da Comunidade 

MAIS: Bispo auxiliar da Arquidiocese de Curitiba participa do Natal do Conselho da Comunidade

MAIS: Conselho da Comunidade faz Natal de 9374 presos e agentes penitenciários 

Isabel Kugler Mendes, presidente do Conselho, e Marino Galvão, tesoureiro do órgão, na Casa de Custódia de Curitiba
Isabel Kugler Mendes conversa com presos da Penitenciária Estadual de Piraquara II
Fé embala as comemorações com a ajuda da Pastoral Carcerária e da Capelania Prisional Batista
Dupla Bruno Cézar & Leandro cantaram modas sertanejas
Conselho distribuiu esfihas em todas as unidades prisionais
Presos da Colônia Penal Agroindustrial (CPAI) acompanham as histórias de Isabel Kugler Mendes
Pastor Fabiano Pires Martins conversa com os presos da PCE-UP
Irmã Luciene de Mello, da Pastoral Carcerária, colhe pipas dos presos da Casa de Custódia de Piraquara