Mais um preso morre na Casa de Custódia de Piraquara

Presos da Casa de Custódia de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba

Um preso de 35 anos morreu na madrugada desta segunda-feira (9) na Casa de Custódia de Piraquara (CCP), na região metropolitana de Curitiba. Ele estava no shelter 54 ao lado de outros 12 presos e dormia na “praia” (chão). De acordo com os agentes penitenciários, ele foi encontrado enforcado no banheiro. A Polícia Civil está investigando o caso. A Defensoria Pública do Paraná também foi informada da morte.

F. D. era solteiro e não tinha completado o segundo grau. Ele fugiu da Colônia Penal Agroindustrial (CPAI) no final do ano passado e foi recapturado em flagrante delito em 23 de janeiro deste ano. Diante das circunstâncias, ele foi condenado a regredir de regime e passou a cumprir sanção no fechado.

Essa não foi a primeira fuga dele. Ele fugiu da CPAI em 18 de julho de 2011, durante outra passagem pelo sistema penitenciário, e só foi recapturado em 19 de março de 2014. Em audiência na época alegou que fugiu porque foi ameaçado por outros detentos.

De acordo com o seu extrato policial, ele tinha passagens por furto, roubo, roubo qualificado e ameaça. A pena ultrapassava 22 anos.

Segundo caso

É a segunda morte registrada na unidade no espaço de um mês. No dia 7 de março, um preso de 27 anos foi encontrado no shelter 41, que também estava com 13 pessoas. Segundo a família, ele apresentava problemas psiquiátricos desde a infância.

E. era acusado por um delito sexual e não poderia ter sido colocado em convívio com presos comuns.

LEIA MAIS

Cinco dias dentro de um contêiner na Casa de Custódia de Piraquara

Presos são mortos no Complexo Médico Penal

Presa é alvo de violência sexual na Central de Flagrantes