Mais um preso morre no Complexo Médico Penal

Entrada do Complexo Médico Penal, em Pinhais

Um preso de 53 anos foi morto pouco antes das 22h desta quinta-feira (6) na 4ª galeria do Complexo Médico-Penal (CMP) de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen), o suspeito é outro detento, de 25 anos, que disse ter usado uma corda feita com cobertor para enforcar a vítima enquanto ela dormia.

Eles estavam em uma cela com outros dois presos e tinham tido uma desavença poucos dias atrás. O preso de 25 anos já esteve custodiado em outras unidades da capital e permanecia no CMP por causa de um surto psicótico. Como o Hospital Penitenciário ainda passa por reformas, os presos que deveriam estar nas enfermarias “residem” em celas normais na 4ª galeria.

Um inquérito policial e um procedimento administrativo foram abertos para apurar a motivação e a circunstâncias da morte. O corpo do presidiário foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba.

Esta é a sétima morte registrada em 2018 no CMP.

MAIS

Preso cumpre 1 ano e 4 meses irregularmente no regime fechado no Paraná

A anatomia da morte de um preso no Complexo Médico Penal

Condenado em regime aberto de Goiás está preso em regime fechado no Paraná