CNJ lança página com dados sobre Covid-19 nos sistemas prisional e socioeducativo

Informações monitoradas pelo Judiciário sobre a pandemia do novo coronavírus nos sistemas penitenciário e socioeducativo estão agora sistematizadas em uma página eletrônica do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Com atualização periódica apoiada pelos judiciários locais, é possível acompanhar número de casos e de óbitos, realização de testes, disponibilização de equipamentos de proteção individual e outras ações de enfrentamento à doença em ambientes de privação de liberdade.

As informações resultam do monitoramento do conjunto de iniciativas articuladas pelo Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Prisional e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas Socioeducativo (DMF/CNJ) para guiar as ações do Judiciário no contexto da Recomendação 62/2020. A normativa aprovada pelo CNJ em 17 de março, e renovada na última sexta-feira (19/6), traz orientações a tribunais e magistrados para evitar a contaminação em massa no ambiente prisional.

A nova página sobre Covid-19 no Portal CNJ apresenta três tipos de monitoramento. O informativo com o número de casos e óbitos relacionados à doença, tanto de pessoas presas quanto de servidores, será atualizado semanalmente a partir de informações obtidas junto às unidades da federação. A primeira edição aponta que entre 15 de maio a 15 de junho, cresceu em 180% o número de casos confirmados de Covid-19, alcançando o total de 5.754 ocorrências entre pessoas presas e servidores.

Outro levantamento é realizado com o apoio dos Grupos de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas dos Tribunais de Justiça (GMFs), a partir de reunião de alinhamento realizada em maio no CNJ. O monitoramento quinzenal inclui informações sobre uso de recursos federais no combate à Covid-19, ações dos comitês locais de enfrentamento e a destinação de penas pecuniárias, bem como dados sobre equipamentos de prevenção, alimentação, materiais de higiene e de limpeza, medicamentos e testes sobre contágio.

A página também apresenta dados sobre aderência das unidades da federação à Recomendação 62/2020, com informações sobre modificação de regimes, realização de audiências, normas de visitação e entrega de alimentos por familiares e funcionamento de serviços. Há ainda link para as normativas e orientações técnicas emitidas pelo Conselho Nacional de Justiça desde o começo da pandemia, assim como conteúdo de apoio técnico produzido por organismos das Nações Unidas, perguntas frequentes e notícias relacionadas.

Em nota conjunta sobre o lançamento da página, os juízes auxiliares do DMF/CNJ destacam a importância da iniciativa. “Em um contexto de pandemia, dados e informações são essenciais para apoiar o Judiciário e demais atores do poder público local na tomada de decisões, e é com esse objetivo que o CNJ sistematizou essas informações. O Judiciário tem o dever de zelar pela saúde das pessoas privadas de liberdade para garantir o correto cumprimento da pena enquanto se protege o direito constitucional à vida e à saúde coletiva ”. Assinam a nota os juízes auxiliares Luís Geraldo Lanfredi (coordenador), Antônio Tavares, Fernando Mello e Gustavo Direito.

A sistematização dos dados é esforço conjunto do DMF/CNJ, com o apoio da equipe nacional e as equipes locais do programa Justiça Presente – parceria do CNJ com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud Brasil) e o Ministério da Justiça e Segurança Pública que busca soluções para problemas estruturais dos sistemas de privação de liberdade no país.

Reportagem publicada em 23 de junho de 2020 na Agência CNJ de Notícias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s